domingo, 23 de setembro de 2007

A minha vida (presente)

Perdoem-me. Este é um post com um cariz mais pessoal. Para começar tem algo raro meu: uma foto da minha fronha! Depois tem uma confissão, que se segue agora: como sabem, regressei às lides da publicidade. E, talvez não saibam, em publicidade não há horas para nada. Trabalho tipo 9 a 10 horas por dia e quando chego à noite já não tenho cabeça para escrever nem mais uma linha. Mas fiquem descansados pois a minha produção escrita não se finará, apenas será mais espaçada. Assim, estou a apenas 1 post de finalizar a história infantil no meu blog. Seguidamente tenho a história do meu lobo solitário para terminar. Para esse conto faltarão um ou dois posts, no máximo. Não tenho o final escrito mas está desenhado na minha cabeça. Depois disso terei de arranjar mais motivos para escrever e assim de repente não tenho mais nenhum mas acho que, depois deste turbilhão inicial no meu novo trabalho, acho que é chegado o tempo de eu pensar num projecto de escrita com princípio, meio e fim, eventualmente a pensar num hipotético livro. Não quero ser nem presumido, nem taxativo, mas acho que tenho de pensar nisso mais a sério.
Quanto a vocês, tenho-os visto por aqui e pelos vossos blogs e fico contente por não perdermos o rasto um dos outros. Lembro que quem quiser colocar o link de um blog ou site pessoal é só dizer que ficará tratado num instante. Com um blog cada vez mais interactivo, mais agitação poderemos provocar. Só depende de nós.
Beijos para as senhoras, abraços para os senhores.
Com saudades,
Francisco Bruno

1 comentário:

indomável disse...

meu querido, querido barão,
Eu sabia que ficarias pouco tempo no campo dos desempregados. A qualidade não fica muito tempo numa prateleira, há sempre alguém ansioso por agarrá-la.
Eu também me vou esticando por entre os tempos que me vão emprestando os miudos, o Paulo, o trabalho...
Os blogues é que sofrem e a escrita também. Nem consigo 5 minutos para colocar ideias no papel e depois... a inspiração nem sempre está de feição!
Já agora, o rato de biblioteca teria uma imensa honra em fazer parte desta lista aqui do lado. Queres o endereço? Aqui vai:
incorrigivel-ratodebiblioteca.blogspot.com
Uma beijoca boa nessas bochechas e uma beijoca ainda maior nas da sandra (eu sei que tu queres dar!)
indomável